WahtsApp
Certificação:

Certificação:

Bacharelado

Duração:

Duração:

8 semestres

Modalidades disponíveis:

Modalidades disponíveis:

Presencial

Avaliação do MEC:

Avaliação do MEC: ENADE 5 – CC 4

Guia da faculdade:
Ranking
Ranking
Ranking

Sobre o curso

O curso de Música do FIAM-FAAM prepara o aluno para os reais desafios da profissão, por meio de um programa de ensino completo e inovador. Durante os estudos, você conhecerá as técnicas e conceitos da música, podendo aprofundar os seus conhecimentos em uma das seguintes especificidades: composição, regência, canto, canto popular, instrumento ou instrumento popular.
O objetivo do curso é formar profissionais competentes, conscientes e éticos. Para isso, o FIAM-FAAM conta com um excelente corpo docente, formado, em sua maioria, por professores titulados mestres e doutores, além de possuir uma completa e moderna estrutura de aprendizagem, formada por laboratórios e salas específicas, onde poderá participar de atividades práticas, desenvolver suas competências e vivenciar o dia a dia da sua futura profissão.

Habilidades adquiridas

>
Atuar no mercado da música de maneira profissional, competente e ética.
>
Conduzir e gerenciar grupos musicais.
>
Dominar a técnica do Canto erudito, bem como a técnica e interpretação do Bel Canto Italiano.
>
Se a sua escolha for direcionada à composição, você estará apto a escrever música para diversas formações vocais e instrumentais.
>
Se optar pelo canto popular, estará apto a atuar em carreira solo ou dentro de pequenas e grandes formações.
>
Se a sua escolha for direcionada ao instrumento ou instrumento popular, você estará apto a atuar na carreira solo ou dentro das mais variadas formações destinadas à execução da Música.

Carreira e mercado de trabalho

O campo de atuação para os profissionais com bacharelado em música é bastante amplo. Você poderá atuar em bandas de diversos estilos musicais, grupos de música popular, grupos de música folclórica, orquestras, corais e grupos de teatro musical. Além disso, há a possibilidade de atuação na propaganda, na produção de trilha sonora para cinema, em estúdios de gravação e em ações de educação e assistência social.

Média salarial

no início da carreira:

R$ 5.000,00

Salário máximo

de um profissional da área:

R$ 50.000,00

Áreas de atuação

 Orquestra Sinfônica, Bandas Sinfônicas, Corais, Grupos de Música Popular, Grupos de Música Folclorica, Produtor Musical, Compositor de Trilhas Sonoras, Diretor Musical, Diretor Artistico, Óperas e Teatro Musical.<br />

Orquestra Sinfônica, Bandas Sinfônicas, Corais, Grupos de Música Popular, Grupos de Música Folclorica, Produtor Musical, Compositor de Trilhas Sonoras, Diretor Musical, Diretor Artistico, Óperas e Teatro Musical.

Diferenciais

Profissão

Profissão

O bacharelado em Música do FIAM-FAAM conta com um programa de ensino inovador, que valoriza a vocação de cada profissional. Para isso, você poderá fazer uma escolha prévia, dentre as seis ênfases do curso: Instrumento, Instrumento popular, canto, canto popular, composição e regência. Dessa forma, você aprofundará os seus conhecimentos de acordo com o seu talento.

Atividades práticas

Atividades práticas

Desde o início do curso, você será incentivado a participar de atividades práticas, com o objetivo de desenvolver suas competências e conhecer todas as possibilidades da carreira. Para isso, o FIAM-FAAM conta com uma completa e moderna estrutura de aprendizagem, composta por laboratórios e salas específicas de música.

Grupo

Grupo

O curso de Música do FIAM-FAAM conta com vários grupos estáveis. A participação dos alunos de Bacharelado é livre e estimulada pelos professores. Você poderá integrar a Camerata Acadêmica FIAM-FAAM, a Orquestra de Sopros FIAM-FAAM, a Orquestra Sinfônica FIAM-FAAM, o Grupo de Percussão FIAM-FAAM, o Coro Acadêmico, o Madrigal e a Big Band FIAM-FAAM.

Corpo docente

Corpo docente

O curso de Música do FIAM-FAAM conta com um excelente corpo docente, formado por professores experientes. Durante o curso, você será orientado por profissionais competentes e atuantes no mercado de trabalho, que estão dispostos a compartilhar não apenas o conhecimento técnico e teórico, mas também as suas vivências de sucesso na profissão.

Matriz curricular

Disciplinas
43
Disciplinas

Horas de aula
2567
Horas de aula

Coordenação

Profº Me. Sérgio Moreira

Profº Me. Sérgio Moreira

Mestrado em Administração em Governança Corporativa pela FMU. Especialização em Musicoterapia FMU. Bacharelado em Música pela Universidade de São Paulo. Sua experiência como Músico profissional é de vinte e cinco anos com atuação nas seguintes Orquestras: Orquestra Sinfônica Municipal de Santos 1º contrabaixo, Orquestra Filarmônica de São Bernardo do Campo, Orquestra Experimental de Repertório, músico convidado da Orquestra da Rádio e TV Cultura e Sinfônica de São José dos Campos. Foi professor das disciplinas Sonoplastia e Design Sonoro nos Cursos de Produção Audiovisual e Rádio TV do FIAM-FAAM. Professor nos festivais de Música de Prados MG e Ilha Solteira SP. Participou dos Concertos Música em Cena no Teatro Municipal de São Paulo, desenvolve intenso trabalho como orquestrador com trabalhos realizados no festival de ópera de Manaus, Teatro São Pedro SP e SESC SP, tendo seu trabalho gravado pela TV Cultura com as óperas Pedro Malazarte (Camargo Guarnieri), Signor Bruschino e La Cambiale di Matrimonio (Rossini). Atualmente é coordenador pedagógico e professor do Curso de Música do FIAM-FAAM Centro Universitário, onde atua nas disciplinas Música e Tecnologia, Produção Musical, LEM, Harmonia e Composição.

Atos autorizativos

Ato Autorizativo

Música/bacharelado – canto – Portaria MEC nº 304, de 2/08/2011, publicada no DOU nº. 149, de 04.08.2011, Seção I, p. 10. Música/bacharelado – Instrumento – Portaria MEC nº 317, de 2/08/2011, publicada no DOU nº. 149, de 04.08.2011, Seção I, p. 30. Música/bacharelado – regência – Portaria MEC nº 308, de 2/08/2011, publicada no DOU nº. 149, de 04.08.2011, Seção I, p. 16. Música/bacharelado – composição – Portaria MEC nº 316, de 2/08/2011, publicada no DOU nº. 149, de 04.08.2011, Seção I, p. 28.